Correios e Furnas negam ter beneficiado empresas em licitações


Representantes dos Correios e de Furnas, cujas administrações foram citadas em irregularidades supostamente promovidas pelo PT e pelo PTB, divulgaram nota ontem à noite em que contestam as acusações. As duas estatais, por meio de funcionários ligados aos partidos, teriam beneficiado empresas amigas em contratos públicos milionários.
O assessor de imprensa Fausto Weiler, que assinou o comunicado dos Correios, negou que o diretor de Tecnologia da estatal, Eduardo Medeiros de Morais, tenha participado de qualquer licitação irregular.
O nome do diretor foi citado pelo líder do governo no Congresso, senador Fernando Bezerra (PTB-RN), que, em entrevista à revista "Veja" desta semana, disse não ter conseguido indicar um apadrinhado para a estatal porque isso atrapalharia uma licitação que beneficiaria a Novadata, de Mauro Dutra, amigo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Bezerra disse ter recebido essa denúncia via carta apócrifa. A informação foi publicada pelo Painel da Folha, no dia 17 de maio.
Na nota, o assessor dos Correios afirmou que Medeiros "leu com indignação e estarrecimento a reportagem, pela tentativa de atribuir a ele e à Diretoria de Tecnologia dos Correios irregularidades na condução de processos de contratação, a partir de uma possível carta anônima enviada ao senador Fernando Bezerra e da interpretação dada ao tal documento".
Weiler afirmou ainda que "a condução cuidadosa das especificações técnicas nos processos licitatórios de itens de tecnologia pelos Correios [...] tem permitido uma grande disputa nos processos de pregão, o que tem resultado em contratações sempre a preços abaixo dos praticados no mercado".
O secretário-geral do PT, Silvio Pereira, um dos responsáveis pela indicação de Medeiros e citado na reportagem como o "negociador" da base aliada do governo, disse à Folha que nunca discutiu "qualquer tema ligado a licitações com nenhum funcionário ou diretor dos Correios nem de nenhuma outra empresa do governo".
Pereira confirmou, no entanto, que foi procurado por Bezerra para tratar da indicação de um apadrinhado para o lugar de Medeiros. A conversa com Bezerra teria ocorrido há cinco meses.
Furnas
Também em nota, a estatal Furnas Centrais Elétricas informou ontem não ter contrato firmado com a corretora de seguros Assurê, acusada de ter sido beneficiada em contratos públicos.
A corretora Assurê Internacional de Corretagem de Resseguros pertence a Henrique Brandão, amigo e sócio do deputado Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB.
Segundo reportagem da "Veja", em setembro de 2003, o diretor de Gestão Corporativa de Furnas, Rodrigo Botelho Campos, entregou a operação de resseguros da estatal para a Assurê, que passaria a atuar como única administradora dos excedentes de seguro da estatal, por R$ 2,2 milhões.
Campos enviou ontem ao presidente da empresa, José Pedro Rodrigues de Oliveira, um texto que aborda as contratações da área de resseguros da estatal.
O texto informa que Furnas "é detentora de seis apólices de seguro, nos mais diversos ramos" e que "todas foram objeto de processo licitatório, conforme [a] lei 8.666/93. Em nenhuma [das seis apólices] existe a figura de corretor de seguros, fato que levou à redução significativa dos prêmios pagos", afirmou Campos.
A estatal informou não haver vínculo contratual com a Assurê. Segundo Furnas, as seis apólices da área de resseguros foram firmadas com as empresas PWS e Acordia, que, de acordo com a revista, foi indicada pela Assurê. "A indicação [...] teve caráter técnico", informou o diretor no texto.


30/05/2005

Fonte: Folha de São Paulo

 

Avisos Licitações

13/06/2024

Curso On Line - Ao Vivo de Formação de Analista de Licitação e Contratação Pública

O Curso de formação Analista de Licitação ONLINE A...

15/03/2024

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública - Florianópolis/SC

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...

14/06/2024

Prefeitura de Araraquara lança licitação da segunda fase das obras na Via Expressa

A Prefeitura de Araraquara publicou, nesta quinta,...

13/06/2024

Licitação da obra da nova ponte entre São Valentim do Sul e Santa Tereza será aberta no dia 3 julho

A informação foi confirmada pelo prefeito de São V...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita