Concessionária vai gerir 3,5 Km da marginal


Um trecho de cerca de 3,5 km dos 25 km da marginal Tietê vai ser entregue pelo governo do Estado para administração da iniciativa privada.
O governador José Serra (PSDB) anunciou ontem o início do processo de licitação para a concessão de quatro das principais rodovias do Estado -Ayrton Senna/Carvalho Pinto, Dom Pedro 1º, Raposo Tavares e Marechal Rondon (esta dividida em dois trechos).
De acordo com Serra, a empresa que vencer a licitação para explorar o corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto terá, entre outras atribuições, que fazer a manutenção da marginal Tietê do Tatuapé (zona leste), próximo ao parque São Jorge (clube do Corinthians), até o início da Ayrton Senna.
O investimento só nesse trecho será de R$ 124,2 milhões. "São várias melhorias, não só no asfalto, mas a criação de nova pista ali perto do campo do Corinthians. Principalmente a manutenção posterior, como continuidade da manutenção da própria Ayrton Senna", disse o secretário de Estado dos Transportes, Mauro Arce.
A medida faz parte do que Serra chama de "novidade" no programa estadual de concessão de rodovias: sem cobrar pedágio, as concessionárias ficarão responsáveis pela manutenção de rodovias próximas às estradas que elas administram.
Foi criado um grupo de trabalho composto por técnicos do governo do Estado e da Prefeitura de São Paulo para definir todas as obras necessárias.

Prazos e obras
Hoje deve ser publicada a ata do PED (Programa Estadual de Desestatização) que autorizou a concessão das rodovias. Logo após o Carnaval serão realizadas as audiências públicas. Serra disse que o edital da licitação deve sair entre o final de fevereiro e o início de março. Os contratos com as empresas vencedoras -que administrarão as rodovias por 30 anos- devem ser assinados em julho.
"Tudo o que se faz em matéria de prazos é contra a minha vontade. Eu queria que fosse mais rápido", disse Serra.
Entre as obras previstas para as concessionárias estão o prolongamento do anel viário de Campinas até a rodovia dos Bandeirantes e o aeroporto de Viracopos e a duplicação da Dom Pedro entre Jundiaí e Itatiba e da rodovia do Açúcar (SP-308) entre Salto e Piracicaba.
Outra obra incluída é a construção de uma marginal da Ayrton Senna no bairro dos Pimentas, em Guarulhos, local de congestionamentos constantes. A rodovia que liga a Ayrton Senna ao aeroporto de Cumbica ganhará uma faixa adicional.
Não foi divulgado o cronograma de conclusão das obras. Esses prazos serão oficializados no edital da licitação.
Serão instaladas praças de pedágio em todas as rodovias. A única que já conta com pedágios é a Ayrton Senna/Carvalho Pinto. Como a vencedora será definida pelo valor de pedágio oferecido, a expectativa é que o preço caia após a concessão.


15/01/2008

Fonte: Folha de SP

 

Avisos Licitações

23/04/2024

PG abre licitação de quase R$ 8 mi para formar 'muralha digital'

A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa abriu uma l...

23/04/2024

Ceasa-ES anuncia abertura de licitação para solução de controle e acesso

Na última quarta-feira (17), a Centrais de Abastec...

23/04/2024

PMJP fará licitação para construir ponte Mangabeira-Valentina

Abrindo as comemorações do aniversário de 41 anos ...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita