Cinco milhões de dólares serão destinados a Projetos Ambientais


A Coordenação-Geral de Meio Ambiente (CGMAB) do Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transportes (DNIT) recebeu, no último dia 9 de agosto, uma equipe da área de Desenvolvimento Sustentável do Banco Mundial. O objetivo da visita foi estabelecer metas e diretrizes para viabilizar a transferência de recursos para projetos de recuperação ambiental em áreas impactadas e degradadas por obras rodoviárias. A Engenheira Angela Parente, Coordenadora-Geral da CGMAB, conduziu esse encontro que, na sua opinião proporcionará melhores condições na implantação de Programas e Projetos Ambientais do DNIT.
O Banco Mundial pretende investir também em estudos e projetos, auxiliando a atuação do DNIT na implantação do Sistema de Apoio à Gestão Ambiental das Rodovias Federais mantido pelo órgão em parceria com o Centro de Excelência em Engenharia de Transportes (CENTRAN). O fortalecimento da CGMAB demonstra a disposição do setor rodoviário brasileiro, em particular do Ministério dos Transportes e do DNIT, de incorporar as preocupações com o meio ambiente no planejamento e execução das obras da malha rodoviária federal e gera credibilidade para captação de recursos internacionais.
Como conseqüência, a equipe da CGMAB apresentará uma proposta de rubrica orçamentária para incluir no orçamento federal o Programa de Regularização Ambiental das Rodovias Federais Pavimentadas (PRONARF), à Diretoria de Planejamento e Pesquisa. De acordo com a coordenação, todo o levantamento e estudo ambiental dos 56 mil quilômetros de estradas pavimentadas estão em fase de conclusão pelo CENTRAN e já foi apresentado parcialmente ao IBAMA.
Ao transferir esses recursos para fins de gerenciamento e supervisão ambiental das obras, o Banco Mundial está apostando no desempenho da instituição e está disposto a financiar um plano de custeio e investimento do projeto de regularização da malha rodoviária federal, num montante inicial de 5 milhões de dólares. Segundo a coordenadora–geral Angela Parente, a equipe do Banco Mundial mostrou-se interessada na evolução do trabalho da CGMAB nesses últimos quatro anos na gestão ambiental das obras rodoviárias, ferroviárias e hidroviárias do país. “A equipe do Banco admitiu também a possibilidade de repassar mais recursos ao longo da execução dos projetos, dependendo do nosso desempenho”, comemorou.


18/08/2006

Fonte: Informe DNIT

 

Curso Licitações

01/01/2024

Cursos On Line AO VIVO - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública

O Curso On Line Ao Vivo da Nova Lei de Licitação e...

29/01/2024

Curso On Line - Ao Vivo de Formação de Analista de Licitação e Contratação Pública

O Curso de formação Analista de Licitação ONLINE A...

15/01/2024

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública - Florianópolis/SC

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita