CEI em Guará apura contrato sem licitação de ex-prefeito


A Câmara de Guaratinguetá instaurou uma CEI (Comissão Especial de Inquérito) para investigar supostas irregularidades na contratação da FutureKids do Brasil pela prefeitura em 2002, durante a administração de Francisco Carlos Moreira dos Santos (PSDB).
A empresa desenvolveu um projeto para aprimorar a qualidade do ensino de aulas de matemática, história, geografia, ciências com o uso da informática.
A CEI obteve o aval de 7 dos 12 vereadores a pedido do vereador José Luiz Moura Brasil (PDT). Segundo o pedetista, os gastos para implantação de um sistema de ensino, em escolas municipais, teria sido de mais de R$ 5 milhões, sem licitação.
Hoje a Câmara escolhe três vereadores para compor a comissão, que tem prazo de 90 dias para apurar as supostas irregularidades.
"Decidimos investigar porque o processo foi feito sem licitação e com um valor muito alto, apesar de os conselheiros do Tribunal de Contas apontarem como regular o processo da contratação", disse.
O diretor presidente da FutureKids, Luís Antônio Namura Poblacion, nega que tenha havido irregularidades na contratação.
"É inexigível uma licitação quando a prefeitura vai contratar um representante comercial exclusivo no Brasil, como é o nosso caso."
O ex-prefeito Francisco Carlos não foi encontrado para comentar o assunto.


15/12/2005

Fonte: Vale Paraíbano

 

Curso Licitações

07/10/2022

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...

03/02/2023

MPF divulga pregão eletrônico para aquisição de água mineral para unidade no PI

O Ministério Público Federal (MPF) torna público o...

03/02/2023

Licitação para ampliação do aeroporto de Cachoeiro pode sair neste ano

O projeto de reforma e ampliação do Aeroporto Muni...

03/02/2023

Raquel Lyra abre nova licitação de R$ 303 milhões. Saiba para qual finalidade

O Governo do Estado abriu uma licitação de R$ 303....
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita