Câmara se prepara para licitar obra estimada em R$ 3 milhões


Quase um ano depois de muitas conversas e articulações, chegou nesta semana às mãos do presidente da Mesa Diretora, Gustavo Herrmann (PSB), o desenho arquitetônico do novo prédio da Câmara de Vereadores. A informação foi divulgada com exclusividade à Gazeta. A atual sede do Legislativo, que será reformada, foi inaugurada em 1975. Em 1999, o prédio foi considerado insalubre pelos engenheiros do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
Com três andares, estrutura de vidro, estacionamento subterrâneo, Museu Histórico anexo, anfiteatro com capacidade para 250 pessoas, plenário, Salão Nobre, gabinetes de vereadores e várias salas para os departamentos, o imóvel está estimado em R$ 3 milhões e ocupará uma área de 4,8 mil metros quadrados. A construção ocorrerá onde hoje funciona o estacionamento do Legislativo, no entorno da rua Alferes José Caetano.
O valor não foi confirmado oficialmente porque a direção da Casa aguarda o encaminhamento da planilha físico-financeira que será elaborada pela Leal Passos Engenharia e Construção Ltda., sediada em São Paulo (SP). O documento informará quanto custará a obra.
A empresa paulistana foi contratada pela Câmara por R$ 14,2 mil para produzir o projeto técnico que será apresentado aos vereadores, nos próximos dias, pelo arquiteto Luiz Fernando Guilherme. A reunião estava marcada para acontecer hoje (31), às 10 horas, mas a solenidade de inauguração da Ponte do Shopping, que acontece no mesmo horário, provocou a mudança de agenda. A concorrência pública, que prevê a realização do projeto-executivo e da obra em si, será aberta nas próximas semanas.
A Gazeta apurou que os R$ 3 milhões previstos inicialmente para a construção do novo prédio tende a ser superado, atingindo, possivelmente, os R$ 5 milhões.Tudo depende do conteúdo da planilha. Mesmo antes do bate-papo com os vereadores, a Mesa Diretora fechou uma estimativa de gastos.
A diretora do Departamento Administrativo e Financeiro da Câmara, Kátia Garcia Mesquita, explica que serão utilizados R$ 1,1 milhão já previstos no Orçamento da Câmara de 2006. Para 2007, foram reservados R$ 1,9 milhão. Os gastos finais serão delineados no Orçamento do ano seguinte. A expectativa é de que a obra comece neste ano e termine até 2008.


31/08/2006

Fonte: Gazeta de Piracicaba

 

Avisos Licitações

23/02/2024

Governo ES realiza Concurso Público: Ceasa-ES abre licitação para banca examinadora

Nesta última sexta-feira (23), a Ceasa-ES anunciou...

24/02/2024

Governo faz dispensa de licitação de R$ 225,6 milhões em programa de assistência técnica rural

O governo do estado convocou entidades de assistên...

23/02/2024

Prefeitura anuncia licitação para construção do Centro Administrativo

No dia 21 de fevereiro de 2019, Ribeirão Preto con...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita