Câmara fará licitação para compra de sistema de energia fotovoltaica


Está em andamento na Câmara de Guarulhos uma licitação para contratação de empresa que forneça um sistema de energia fotovoltaica para o prédio da Edilidade. O pregão presencial está marcado para o dia 17 deste mês, quando as empresas interessadas em participar do processo poderão apresentar suas propostas e disputar o contrato, cujo valor máximo estimado é de pouco mais de R$ 2 milhões.

A contratada será responsável pelo fornecimento dos bens, serviços, equipamentos necessários, licenças, autorizações, assessoria técnica, projeto executivo e completa execução da instalação do sistema. O pregão tem início previsto para 10h com o credenciamento das empresas interessadas.

O objetivo é que a Câmara se torne auto suficiente na produção de energia podendo, inclusive, devolver o excedente para a EDP Energia por meio do sistema de compensação. De acordo com o processo, a instalação do sistema poderá gerar uma potência de 277,2 KWp garantindo a autonomia do Poder Legislativo. “É um investimento muito vantajoso, pois vai gerar energia limpa, preservando o ambiente e reduzindo os custos”, destacou Devanildo Damião, coordenador de Projetos Estratégicos da Câmara.

Para Damião é importante destacar que esse processo teve início a partir da sugestão de um órgão da sociedade civil. A proposta de implantação de energia fotovoltaica foi apresentada pelo Codemgru – Conselho Municipal de Desenvolvimento de Guarulhos ao presidente da Câmara, Miguel Martello. “O projeto foi ofertado pelo Conselho, o presidente aceitou e demos início à licitação”, disse.

Segundo o pregoeiro da Câmara, José Adriano Zago, a proposta prevê a instalação das placas de captação de energia solar no teto do estacionamento localizado no Bloco 5, com área de 2,2 mil metros². A quantidade de placas será definida pela empresa vencedora do certame, que também será responsável pelo projeto executivo. A partir da assinatura do contrato, a empresa vencedora terá 120 dias para implantar todo o sistema.

No ano de 2021, a Câmara gastou em média R$ 25 mil reais por mês com energia. No processo, o mês de setembro foi utilizado como referência quando o valor apurado ficou em R$ 31 mil. Segundo Damião, a perspectiva é que o retorno do investimento financeiro se dê em cinco anos. Entretanto, ele lembra da importância de o Poder Legislativo ter, cada vez mais, práticas de sustentabilidade.


08/02/2022

Fonte: Guarulhos Hoje

 

Curso Licitações

13/06/2024

Curso On Line - Ao Vivo de Formação de Analista de Licitação e Contratação Pública

O Curso de formação Analista de Licitação ONLINE A...

15/03/2024

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública - Florianópolis/SC

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...

14/06/2024

Prefeitura de Araraquara lança licitação da segunda fase das obras na Via Expressa

A Prefeitura de Araraquara publicou, nesta quinta,...

13/06/2024

Licitação da obra da nova ponte entre São Valentim do Sul e Santa Tereza será aberta no dia 3 julho

A informação foi confirmada pelo prefeito de São V...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita