Bauru quer tratar esgoto até 2008


O Departamento de Água e Esgoto de Bauru (DAE) vai propor aos Ministérios Público Estadual (MPE) e Federal (MPF) que a cidade tenha condições de tratar os resíduos das residências de 120 mil habitantes até o final de 2008, com o início do funcionamento do primeiro de quatro módulos da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) em área perto do Distrito Industrial I.
A meta está na minuta do cronograma físico-financeiro apresentada para conseguir aprovação de uso dos repasses do Fundo de Participação do Município como garantia para investimentos na obra.
O objetivo de tratar os resíduos de população equivalente a 120 mil habitantes está diretamente ligado às etapas do projeto.
“O DAE está abrindo licitação para contratar o projeto executivo da ETE, que vai definir como será construída a estação, suas dimensões e características técnicas”, disse o presidente do DAE, José Clemente Rezende.
Mas Rezende ressalta que, concomitante à instalação do primeiro módulo da ETE, será necessário concluir algumas etapas da rede de interceptores, que levará os dejetos até a estação.
“Já fomos alertados que assim que a primeira fase da ETE ficar pronta é necessário ter rede de interceptor capaz de levar até a estação os dejetos, na medida da capacidade por módulo. E isto está previsto nesta minuta que vamos submeter ao Ministério Público”, explica Clemente.


26/05/2006

Fonte: Jornal Diário On line

 

Avisos Licitações
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita