Avenida Paulista ganha calçadas novas em 2007


A avenida Paulista (centro de São Paulo) deverá passar praticamente todo o ano de 2007 em obras. Após anos de polêmica, as calçadas da via mais conhecida de São Paulo serão trocadas. O mosaico português preto e branco dará lugar a blocos de concreto, afirma a prefeitura.
Projetado pela paisagista e arquiteta Rosa Grena Kliass entre as décadas de 60 e 70, o mosaico não resistiu às inúmeras intervenções que vão de obras de concessionárias de energia elétrica ou distribuição de gás, até reformas de fachadas de prédios. Buracos e desníveis são motivos para queixas dos que circulam a pé pela avenida.
Pedestres desviam de buracos das calçadas de mosaico português da avenida Paulista
Segundo Euclides Correa Júnior, assessor especial da Secretaria de Coordenação das Subprefeituras de São Paulo, a licitação em fase de preparação e no início de 2007 a concorrência deve ser aberta. O custo deverá ser de R$ 6 milhões.
"O piso está definido: é concreto moldado em bloco, resistente, armado com malha de aço e separado por juntas. A coloração será especial, um cinza que não ficará muito escuro para evitar aquele contraste forte dos pisos claros formados por chicletes, resinas de folhas de árvores e outros tipos de sujeira", afirmou.
O pavimento dos canteiros centrais será o mesmo das calçadas. Mas, segundo Correa Júnior, eles ganharão grades, a pedido da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), para inibir a travessia de pedestres fora das faixas de segurança.
Dificuldades
De acordo com o assessor especial, a demora em reformar as calçadas aconteceu exatamente porque muitos ainda preferem os mosaicos portugueses no piso de concreto.
Em 2002, a ex-prefeita Marta Suplicy (PT) chegou a fazer uma "eleição" para a do revestimento para as calçadas. Quatro tipos de materiais foram expostos no vão livre do Masp (Museu de Arte de São Paulo). 30,5% dos votos de cerca de 2.700 pessoas que passaram pelo local escolheram um piso com as cores da bandeira de São Paulo.
Segundo Correa Júnior, a obra levará no mínimo dez meses para ser concluída, e os maiores transtornos são rampas e tampas --mais de 800 em toda a avenida.
Placas e totens
Correa Júnior afirmou que, paralelamente à preparação da licitação para contratação da obra das calçadas, a prefeitura estuda a possibilidade de trocar os totens e placas da Paulista. "A prefeitura quer aproveitar e fazer tudo no ano que vem mesmo."
Segundo ele, a prefeitura também busca parcerias para a implantação de câmeras na avenida. Um estudo preliminar apontou que a Paulista deve ter oito câmeras, mas ainda não nenhuma iniciativa privada disposta a pagar pelo equipamento. As câmeras, segundo Correa Júnior, ajudariam na fiscalização dos ambulantes ilegais e na segurança.
"Vamos apresentar o projeto para buscar parcerias. A prefeitura entraria com a equipe e os parceiros, com o equipamento", disse Correa Júnior.


08/12/2006

Fonte: Folha Online

 

Curso Licitações

24/07/2024

Prefeitura abre licitação para reforma do Teatro Municipal Dr. Losso Netto, em Piracicaba

A Secretaria Municipal da Ação Cultural (Semac) de...

24/07/2024

MS Ativo avança com licitação para asfaltar novo acesso ao Parque Lageado em Campo Grande

O programa MS Ativo Municipalismo, que visa o fort...

24/07/2024

Licitação vai contratar obras de infraestrutura para quadras do Aldeias do Cerrado

A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita