ANP economiza R$ 12 milhões com pregões presenciais


RIO - Nos últimos cinco anos, a economia alcançada pela Agência Nacional de Petróleo (ANP) com os pregões presenciais foi de 21,12%. O cálculo é feito subtraindo do valor estimado para as despesas, que no período somaram R$ 60,32 milhões, o montante de contratações, R$ 47,58 milhões. O resultado é a economia de R$ 12,74 milhões do total de bens e serviços licitados, como, por exemplo, móveis, equipamentos de informática, seguro de veículos etc.
Entre setembro de 2000 e maio de 2005, 69% dos certames promovidos para compras foram pregões presenciais, 12% consultas, 11% convites, 7% concorrências e 1% por tomada de preços.
Desde setembro de 2000, a ANP adquire a maioria dos seus bens e serviços comuns por intermédio dessa modalidade de licitação, promovendo, em relação às demais aquisições e contratação de serviços, licitações nas modalidades de Consulta, Convite, Tomada de Preços e Concorrência.


13/06/2005

Fonte: JBOnline

 

Curso Licitações

07/02/2023

Estado vai investir R$ 30 milhões na reforma de pontes e viadutos no noroeste e centro-oeste

O DER/PR, Departamento de Estradas de Rodagem, abr...

06/02/2023

Prodest começa licitação para expandir ações de Service Desk nos órgãos estaduais

O Instituto de Tecnologia da Informação e Comunica...

06/02/2023

Prefeitura abre licitação por área de 1,7 mil metros quadrados no Parque dos Poderes

No dia 06 de março de 2023, às 9h, a Prefeitura Mu...

06/02/2023

Aberta licitação para construção de novos fóruns digitais

Foi publicada no Diário da Justiça, a abertura da ...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita