AMC fará licitação para fiscalização eletrônica


Fortaleza - A fiscalização eletrônica do trânsito de Fortaleza será feita por 60 lombadas (medidor de velocidade) e 170 identificadores de avanço de sinal vermelho. O edital de licitação para contratação da empresa que será responsável pela implantação dos equipamentos deverá ser publicado na próxima semana. Paralelo ao processo, que terá duração de 60 dias, a Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania (AMC) vai realizar consulta à população sobre os pontos onde deverão ser colocados os redutores de velocidade.
O órgão também está realizando estudo para verificar se houve aumento do número de acidentes de trânsito no período em que a cidade ficou sem esses equipamentos. O presidente da AMC, Ademar Gondim, diz que o levantamento é demorado porque é preciso levar em consideração aspectos como o aumento da frota em circulação.
No entanto, ele acrescenta que deu para constatar que a gravidade dos acidentes aumentou. Ele observa que quando um veículo a 60 quilômetros por hora se choca com um objeto fixo, o impacto é semelhante a uma queda de 14 metros de altura. Quando a velocidade passa para 80 quilômetros por hora, isso equivale a cair de uma altura de 25 metros. (um prédio de oito andares).
Desde que o processo de contratação com dispensa de licitação foi suspenso por ordem judicial, em outubro de 2004, que a fiscalização do trânsito nas vias da Capital é realizada por agentes da AMC. Até então, o monitoramento eletrônico era feito por 67 lombadas e 30 controladores de avanço de sinal existentes nos principais cruzamentos da cidade.
A cidade de Fortaleza tem 468 semáforos. Desse total, 170 vão ser monitorados. Esses equipamentos serão colocados nos principais corredores como as avenidas Perimetral, José Bastos, Bezerra de Menezes. No que se refere aos redutores de velocidade, os locais indicados pela comunidade ainda passarão por estudos técnicos. A pesquisa será realizada nos terminais de ônibus e nas Secretarias Executivas Regionais (SERs).
egundo Gondim, o contrato com a empresa que ganhar a licitação será de dois anos. Nesse processo, não será licitado a modalidade de fiscalização por radar móvel. Ele acredita que a implantação dos equipamentos deverá ocorrer entre novembro e dezembro deste ano.


13/08/2005

Fonte: NO Olhar

 

Avisos Licitações

29/05/2024

Projeto da nova ponte sobre a ERS-431 avança com abertura de licitação

O tão aguardado projeto da nova ponte sobre a ERS-...

28/05/2024

Governo de MT lança licitação para restaurar 39,9 km de rodovia até região do Pantanal

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logísti...

29/05/2024

Prefeitura de Maringa republica licitação para contratar empresa para remoções de arvores

A Prefeitura de Maringá republicou, na tarde dessa...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita