Licitação para caças da FAB é adiada por um ano



Ministro da Defesa diz que verba irá para programas sociais

O novo ministro da Defesa, José Viegas, afirmou que medida não significa que o presidente Lula esteja desprestigiando a FAB

BRASÍLIA - O ministro da Defesa, José Viegas, informou ontem ao Comando da Aeronáutica que irá adiar até 2004 a licitação de US$ 760 milhões para a compra de 12 caças para a Força Aérea Brasileira. Alegou que todos os recursos disponíveis no governo Lula, este ano, serão usados em programas sociais.
A notícia pegou de surpresa os representantes dos consórcios internacionais envolvidos nos negócios. A concorrência estava sob suspeita, desde o ano passado, por conta da influência da Embraer. Apesar de haver oposição, inclusive dentro da FAB, a empresa brasileira se aliou à francesa Dassault, fabricante do Mirage. Além do consórcio franco-brasileiro, também fazem parte da licitação fabricantes dos Estados Unidos (F-16), Rússia (Sukhoi e Mig), e Inglaterra/Suécia (Grippen). Até ontem à tarde, nenhum deles havia sido notificado oficialmente do adiamento da concorrência.

" É uma circunstância do governo, mas não significa que o presidente esteja desprestigiando a FAB" disse Viegas.

O novo comandante da Aeronáutica, brigadeiro Luiz Carlos Bueno, diz que não haverá solução de continuidade no projeto FX. Segundo ele, a FAB está se inserindo no projeto social do governo, mas isso não significa que a compra dos caças será cancelada. Bueno determinou a seus assessores um novo estudo de viabilidade econômica dos aviões e medidas paliativas para manter a frota operando. A FAB tanto poderá comprar caças usados como alugar aeronaves enquanto o licitação não sai.

Atualmente, a Aeronáutica possui 18 aviões Mirage, usados em missão de interceptação aérea, com prazo de validade para até 2005. Outros 54 caças F-5, de fabricação americana, estão sendo modernizados pela Embraer. O brigadeiro Bueno afirma que as primeiras unidades estarão sendo entregues à FAB ainda este mês.

O presidente Lula disse ontem, na reunião ministerial, que a licitação do Projeto FX está apenas "suspensa". Ele falou que, além de não ser uma prioridade para a o país, o empréstimo poderia prejudicar as contas públicas no ano que vem. Lula, no entanto, anunciou que irá, no momento certo, garantir recursos para a modernização das Forças Armadas.


31/07/2003

Fonte: JB ON LINE

 

Curso Licitações

21/02/2019

Prefeitura marca abertura de envelopes de licitação para reforma do antigo prédio do INSS

A Prefeitura de Criciúma agendou para a próxima segunda-feira (25), às...

21/02/2019

Licitação para obras do Centro Administrativo será aberta no início de 2020,diz Duarte Nogueira

O prefeito Duarte Nogueira (PSDB) anunciou na manhã desta quinta-feira...

21/02/2019

Universidade brasileira abre licitação para contratar empresa de Blockchain

A Fundação Cearense de Pesquisa e Cultura (PCPC) abriu licitação para ...

21/02/2019

Definida abertura de licitação do antigo PAM

A Prefeitura de Criciúma agendou para a próxima segunda-feira (25), às...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita