Aberta a licitação para ampliar HU


"Obras representam um grande passo para o aperfeiçoamento dos acadêmicos e melhorar a qualidade no atendimento para os pacientes"

O reitor da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Alcibíades Luiz Orlando, abriu ontem o processo licitatório para a ampliação física do Hospital Universitário de Cascavel. Serão construídas quatro salas de aula, uma biblioteca setorial, três salas administrativas e dependências sanitárias. As obras serão edificadas junto ao prédio do Hospital Universitário, com custo estimado em torno de R$ 300 mil. A obra possui 536 metros quadrados e vai beneficiar os acadêmicos de Medicina que assistem aulas em espaços improvisados.
Alcibíades disse que a previsão é de iniciar a obra cerca de 30 dias após ser concluída a tramitação do processo. O tempo estimado da construção é de cinco meses. A estrutura que será construída fica ao lado do pronto socorro. A informação foi dada pelo engenheiro, Marcos Sisti, que faz parte da Assessoria de Manutenção e Planejamento Físico da Unioeste. Naquele local, segundo ele, é possível ampliar ainda mais o espaço caso seja necessário. As três salas de aula terão capacidade para vinte acadêmicos e a quarta para 50. Elas foram desenhadas pelo arquirteto, Willian Guimarães, especialista em arquitetura hospitalar.
A biblioteca, que ocupa lugar improvisado e acanhado, também terá mais espaço, possibilitando melhor atendimento aos alunos de toda a área de saúde que se utilizam do acervo bibliográfico. Com a obra que prevê a construção de salas de aula, salas para a coordenação do curso, salas administrativas e biblioteca será possível a centralização do curso e, como conseqüência, melhor desenvolvimento das atividades. "Essas obras representam um grande passo para o aperfeiçoamento dos acadêmicos e vai permitir um atendimento de maior qualidade para os pacientes", disse.
Auditoria
Ontem a Comissão de Auditoria do Hospital Universitário chegou a publicar uma nota onde solicita aos fornecedores que possuem créditos pendentes junto ao Consórcio Intermunicipal de Saúde do Oeste do Paraná (Cisop) que entrem em contato com a administração do hospital. A Comissão de Auditoria está fazendo uma relação das empresas fornecedoras que ainda possam ter eventuais créditos pendentes. O diretor geral do Hospital, Alberto Pompeu, diz que o que está sendo feito pela equipe de auditoria é um trabalho muito importante.
"Não sabemos se todos os fornecedores estão na lista, por isso pedimos que eles se manifestem. Isso é importante para que eles não tenham prejuízo, se habilitem e apresentem as notas fiscais", disse. O que está sendo feito, segundo ele, é a verificação dos eventuais credores. Depois de concluída essa etapa a comissão vai fazer uma verificação para saber se os produtos vendidos foram entregues. Pompeu estima que a comissão ainda demore 60 dias para concluir a auditoria.


10/05/2004

Fonte: Gazeta do Paraná

 

Curso Licitações

14/12/2018

Vias centrais: Licitação define empresas que farão a sinalização horizontal

A Prefeitura de Rondonópolis, por meio da Secretaria Municipal de Admi...

15/12/2018

Licitação para obras em cemitério é novamente reaberta

A Prefeitura de Jaú reabriu licitação para contratação de empresa que ...

14/12/2018

Prefeitura de São José abre licitação para ciclovia que liga regiões oeste e sul cada Km..

A prefeitura de São José dos Campos abriu licitação para a construção ...

12/12/2018

Curso de Licitações Públicas em São Paulo

Quer treinar sua equipe para obter melhores resultados nos processos d...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita