Insatisfeita com governo, Embraer lança nota sobre a licitação


Insatisfeita com o governo federal, a Embraer lançou nota ontem afirmando que considerará uma ""distorção" se fatores comerciais ficarem à frente de aspectos tecnológicos na escolha do novo caça da FAB (Força Aérea Brasileira). Fez isso por conta das notícias veiculadas na imprensa de que deve perder a licitação, chamada F-X.
A nota não diz o que a empresa fará se não vencer. Associada à francesa Dassault, a Embraer oferece o caça Mirage-2000BR no negócio de US$ 700 milhões. O favorito é o russo Sukhoi-35 seguido do Gripen (sueco).
Conforme a Folha adiantou, a Embraer perdeu vários pontos na corrida porque sua oferta de compensação comercial foi considerada menos abrangente do que a das concorrentes. Essa foi a conclusão de um relatório que analisou as contrapartidas oferecidas pelos consórcios que será usado para a decisão, a ser tomada em abril pelo governo.
A Embraer diz estar ""perplexa" com as notícias e defende sua proposta. O Ministério da Defesa não comentou a nota. Sobre as notícias acerca da F-X, diz que a escolha será em abril.


01/04/2004

Fonte: Folha de São Paulo

 

Curso Licitações

17/02/2019

São Vicente pode ter sistema misto de transporte

A Cooperlotação, atual responsável pelo transporte público de São Vice...

15/02/2019

Prefeitura retoma obras e UPA Norte I deverá ser entregue em até 12 meses

A Prefeitura de Belo Horizonte abriu licitação para finalizar a implan...

16/02/2019

Codiub faz licitação para rotativo que será oferecido a outras cidades

Codiub vai abrir licitação para contratar empresa especializada em ges...

16/02/2019

Serviços de limpeza custarão até R$ 11 mi

A Prefeitura de Jaú abriu ontem a licitação para contratar a empresa r...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita