Projeto prevê que compra de arma policial tenha novo procedimento


BRASÍLIA - A Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados está analisando o Projeto de Lei 2459/2003, do deputado Paulo Pimenta (PT-RS), que dispensa licitação para a compra de armas e equipamentos quando houver risco de comprometimento da ação policial.

Pela proposta, que altera a Lei das Licitações, as situações de dispensa do procedimento devem ser previstas em decreto e submetidas ao Ministério da Justiça.

Soro e veneno

O autor da proposta afirma que os criminosos levam vantagens na aquisição de armamentos, e que os editais de licitação de armas e outros equipamentos utilizados pela polícia contêm informações que deveriam ser privilegiadas. “Tornar de conhecimento público os meios pelos quais policiais enfrentarão bandidos é como dar à cobra a fórmula do soro que combaterá o veneno”, lamenta o deputado.

O projeto aguarda parecer da relatora, deputada Zulaiê Cobra (PSDB-SP), e também será apreciado pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Redação. Se aprovado, como tramita em regime conclusivo, seguirá para exame do Senado.


09/03/2004

Fonte: Agência Brasil

 

Avisos Licitações

21/02/2019

Prefeitura marca abertura de envelopes de licitação para reforma do antigo prédio do INSS

A Prefeitura de Criciúma agendou para a próxima segunda-feira (25), às...

21/02/2019

Licitação para obras do Centro Administrativo será aberta no início de 2020,diz Duarte Nogueira

O prefeito Duarte Nogueira (PSDB) anunciou na manhã desta quinta-feira...

21/02/2019

Universidade brasileira abre licitação para contratar empresa de Blockchain

A Fundação Cearense de Pesquisa e Cultura (PCPC) abriu licitação para ...

21/02/2019

Definida abertura de licitação do antigo PAM

A Prefeitura de Criciúma agendou para a próxima segunda-feira (25), às...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita