Licitação de obra de réplica do Cristo Redentor foi considerada fraudulenta


O ex-prefeito de Erechim-RS Ciríaco Vitacir Angelo Ferrareze (PTB) foi condenado pelo Tribunal de Justiça a devolver aos cofres públicos o valor utilizado para construir uma réplica do Cristo Redentor na cidade. A Justiça considerou que a licitação para escolher a empresa construtora foi fraudulenta e a obra não tinha previsão orçamentária.

A ação popular foi ajuizada em 1995, no começo da obra, por um comerciante da cidade. Ele entendia que a construção era imoral num momento em que o município se encontrava em dificuldades financeiras e não havia verbas para atender as reais necessidades da população. Uma liminar chegou a ser concedida para interromper a obra, mas foi cassada em seguida e a réplica foi concluída.

Ferrareze ingressou com recurso no Tribunal de Justiça, mas a sentença foi confirmada, determinando que o ex-prefeito e a empresa devolvam os valores aos cofres municipais. O advogado Caitano Gatto, que representa o autor da ação, diz que o valor corrigido pode ultrapassar R$400 mil. Apesar da polêmica sobre a réplica de 20 metros de altura, o local se transformou em ponto turístico na região.


26/02/2004

Fonte: Zero Hora

 

Avisos Licitações

11/12/2018

TCE libera licitação para show pirotécnico no Réveillon de João Pessoa

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) revogou nesta terça-feira (11), a...

12/12/2018

Sinop: prefeitura define licitação para construir novas unidades de saúde em quatro bairros

Uma empreiteira de Sinop venceu a licitação e ficará responsável pela ...

11/12/2018

Licitação seleciona nova empresa para o Restaurante Universitário

No próximo dia 20, às 10h30, será aberto o pregão eletrônico nº 80/201...

11/12/2018

Cida anuncia a construção de 2.486 moradias em 46 cidades do Paraná

O Governo do Estado investirá cerca de R$ 217 milhões na construção de...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita