Legislativo negocia com Bird liberação de recursos para linha 2 do Trensurb


Obra ligará a Avenida Azenha à Zona Norte de Porto Alegre.
O consultor do Banco Mundial (Bird) Jorge Rebelo reuniu-se nesta quinta, dia 18, com integrantes da Subcomissão Mista sobre a Expansão do Sistema de Trens Urbanos na Assembléia Legislativa. Rebelo detalhou os requisitos necessários para a liberação de US$ 650 milhões pelo banco, custo atualmente orçado para a implantação da Linha 2 do Trensurb em Porto Alegre.

Jorge Rebelo ressaltou que é preciso retirar da esfera de discussão política o projeto da Linha 2 do Trensurb. O técnico disse que só a parceria entre a União, o governo do Estado e a prefeitura de Porto Alegre poderá viabilizar a concessão do valor previsto para a conclusão do projeto.

Rebelo destacou a possibilidade de que os 19 quilômetros de extensão da linha, que ligará a avenida Azenha à zona Norte da Capital, não sejam totalmente subterrâneos.

– A experiência aponta uma sensível redução de custos, quando parte do projeto também contempla o sistema na superfície – revelou.

Segundo o técnico, em projetos já efetivados o custo do quilômetro subterrâneo chega a US$ 80 milhões.

Para aliviar a pressão dos altos custos sobre os orçamentos públicos, Jorge Rebelo sugeriu a busca de alternativas de suporte financeiro, como a exploração de publicidade e a realização de parcerias com o setor privado.

No encontro, o presidente da Trensurb, Marco Maia, anunciou a assinatura de um convênio entre a prefeitura de Porto Alegre e o governo do Estado no final deste mês para discussão conjunta da linha 2. Além disso, Maia destacou o convênio com a Metroplan sobre a ampliação de integração das linhas de ônibus, com o trem metropolitano.

O edital de licitação para a construção da linha 2 do Trensurb foi anunciado pelo Ministério dos Transportes em 1997. Estudos apontam que a construção de uma nova linha de metrô é urgente, já que o sistema de transportes de Porto Alegre e Região Metropolitana tem estrutura para suportar a demanda somente por mais 13 anos. A construção de uma nova linha de metrô pode levar até 10 anos para ser concluída.


18/09/2003

Fonte: ClicRBS

 

Avisos Licitações

20/04/2019

Fundação Cultural de Uberaba divulga edital para contratação de artistas

A Fundação Cultural de Uberaba (FCU) publicou no Porta-Voz d...

20/04/2019

Contratações públicas devem se pautar pela inovação, dizem advogados

É preciso pensar as contratações na área pública dentro da l...

20/04/2019

Cuiabá terá dois novos terminais de ônibus e estação na rodoviária; veja locais

A Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob) revelou ...

19/04/2019

UFJF abre licitação para instalação de cantina no Jardim Botânico

A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) abriu uma lici...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita